12 de agosto de 2015

Diz-me o Que Vestes... Marta Amaro



A Marta, para além de It Girl, é estudante de Design de Moda e co-fundadora da marca de óculos de sol Cuscuz, que mencionei no Navegando de Junho. Podem segui-la no Instagram para verem mais outfits e os bastidores da sua marca. Esta miúda cheia de pinta é portuense por isso têm de ler o que vem a seguir com sotaque!



Dia 1:
Neste look para não cair no tédio e previsibilidade do preto e branco decidi dar uma chance a esta espécie de robe em tons roxos, comprei no ano passado no decorrer do Expand Your Mind numa loja vintage lá inserida. O macacão que dá ares de business woman é da Shopping Á La Carte. O cinto é básico e de pele, sendo que o roubei à minha mãe há cerca de dois anos e ela ainda não deu por falta dele. Os shoes, são da Seaside, por acaso pertencem à secção de mulher, e têm uma plataforma em madeira.

Dia 2:
Este é provalvelmente o outfit que mais evito, porque quando o visto só quer dizer uma coisa, que vou à praia, (odeio praia), mas pelos menos estou disposta a abdicar dos meus ódios. O vestido cinzento e o lenço são da Zara, e nos pés havaianas cinzentas claras.

Dia 3:
Porque aos Sábados gosto de ir dar o check a uns dancefloors o vermelho é sempre o meu statement color, nos lips, no coat e nos shoes. O casaco com corte de bolero em tons de vermelho e preto é de uma loja vintage perto da Rua Miguel Bombarda (Porto). O macacão é o que referi anteriormente. Os shoes que dão ar de bowling são da Eureka com assinatura de Filipe Sousa.

Dia 4:
O meu outfit mais direccionado para o work e meetings. O casaco preto comprido é da Primark (não defendo os ideais da marca, foi uma vez sem exemplo ahah). Por baixo uma t-shirt oversized que encomendei da loja online Choies (não recomendo a loja, visto que demorou quase 2 meses a chegar, e a qualidade dos materiais, tal como a Primark, deixam a desejar). As calças são cinzentas escuras, high waisted e skinny da Pull&Bear. As botas maroom e mala com padrão de leopardo são da Zara. 

Dia 5:
Algo muito importante a referir, é que todo o meu sistema reprova demasiada roupa no Inverno e por sua vez roupa a mais no Verão. Portanto é sempre quase obrigatório ter comigo um casaco, sendo que para este look escolhi um casaco de cabedal (herdado pela minha mãe, claramente ex-motoqueira), e um vestido maxi básico cinzento da H&M. Os sapatos adquiri-os por 10 euros numa loja mega bimba (na qual não me envergonho de ter entrado, visto que sou um indivíduo que gosta de preços acessíveis). É a prova que mesmo naquelas lojas todas "casa dos segredos" nível mil, encontra-se sempre algo, e neste caso estas babes zebradas. Por último, o colar com pedras em tons verde-água e dourado (que foi um gift), só para dar aquele apontamento que não me esqueci da minha feminidade ahah.

Dia 6:
Algo muito obrigatório nos meus looks é o Preto. Para evitar parecer o Voldemort tento sempre pressionar-me a usar cor, então adquiri esta t-shirt com umas vibes de aguarela na secção de homem da Pull&Bear e custou-me apenas 1€99 em época de saldos. As calças sao pretas e skinny. O pink hat é da H&M. E escolhi as Vans, porque são pretas e gosto do conforto das mesmas.

Dia 7:
Pelo menos uma vez por semana dá-me assim umas vibes de parecer uma astronauta ou simplesmente não fazer sentido. Os óculos são da UR, uma loja vintage situado no Porto. O casaco que dá ares de papel de embrulhar sandes é da Tally Weijl, e está acompanhado com uma amostra de carteira laranja (Michael Kors), o vestido preto tem um padrão de cornucópias e é da Zara. E mais uma vez as Vans, porque era o que estava mais à mão.  


  

Sem comentários:

Enviar um comentário