5 de agosto de 2015

Marques'Almeida | Estratégia de Comunicação


 Foto via Instagram

A marca fez parte dos meus casos de estudo na minha tese de Mestrado. Na altura tentei contactá-los através de e-mails e duas pessoas que os conheciam. Foi em vão pois estavam cheios de trabalho... Esse trabalho foi recompensado através do mérito com o prémio LVMH e gerou mais reconhecimento, mais tarefas, mais sururu. Ver uma das minhas marcas favoritas, que sigo desde o seu início, sagrar-se vencedora do galardão mais importante no mundo da Moda fez-me e faz-me muito feliz. Sou fã da dupla de designers porque concretizam peças e colecções com as quais me identifico enquanto designer. Está ali muito do meu gosto pessoal. Inovam com raízes no passado mas a estética acaba por ser fresca, realmente nova e  nem tanto uma reinterpretação de tendências. Consigo perceber as suas inspirações e, como eu, muitas outras pessoas se deixam levar a 100% nesta aura romântica e saudosa da adolescência.

A estratégia de comunicação M'A funciona muito bem pois adapata-se aos millennials com um travo a anos 90 e 00. Ou seja, utilizam a Internet como plataforma primordial, com tudo de bom a que esta lhes dá acesso: Instagram, Site, Facebook, E-mails... mas o seu conteúdo é muitas das vezes analógico, feito com alma, improviso e relaxamento. E o resultado está longe de ser amador! A estética é muitas das vezes crua, as fotos não se baseiam na técnica mas sim na poesia dos elementos, as modelos não são profissionais mas sim amigos/familiares ou quem passa nos castings publicitados através do Instagram! Resulta mesmo!



Como tem resultado até aqui, desta feita vão mais longe e enviam e-mails personalizados aos seus clientes e fãs, mostrando conteúdo exclusivo. Neste momento as imagens  e vídeos fazem parte da próxima campanha Outono-Inverno, que foi produzida por duplas de amigos fotógrafos e stylists. Dá-se assim continuidade a imagens naturais, cheias de personalidade, criatividade e liberdade, onde o cunho pessoal de cada um tem a máxima importância, ao contrário dos lookbooks e campanhas ensaiadas e rígidas, lançadas pela maioria das marcas. Hoje queremos um tratamento mais terra-a-terra, simplificado e super real, onde percebemos imediatamente como o produto se encaixará no nosso dia-a-dia.

A nossa geração pede exclusividade e que nos tratem como amigos, para além de clientes. A intimidade tem de ser maior pois a partilha de tudo é maior. Se o cliente partilha a sua vida nas redes sociais vai querer, certamente, que as suas marcas favoritas façam exactamente o mesmo. Quanto mais pessoal e real for a partilha mais likes vão ser dados.
Marques'Almeida segue esta demanda com mestria:
- trata o cliente por tu.
- anuncia nas plataformas online que precisa de mais um elemento na equipa ou de manequins e abre assim as ofertas de trabalho.
- fazem passatempos com os fãs.
- mostram como é o dia-a-dia no atelier.
- vendem online através de Facebook e Instagram.

Acho que em Portugal lhes é dado pouco valor, o que se reflecte na pouca divulgação à marca na imprensa, showrooms e lojas. O consumidor português tem assim dois entraves: não conhece/ não se identifica com a marca e não está (em geral) habituado a comprar online. Quando se pratica essa publicidade é de peito cheio pois são designers portugueses que alcançaram um estatuto de renome. Mas a verdade é que Marta e Paulo estudaram e estagiaram em Londres. As suas bases de trabalho e processo criativo estão muito cimentadas no Reino Unido. Mesmo que as inspirações partam de um imaginário da sua infância  e adolescência, não nos podemos esquecer do cariz pop que as suas colecções têm, que advém em muito da globalização. O que tenciono aqui explicar é a falta de apoio, a nível nacional, aos jovens designers, em comparação com a logística do Reino Unido (onde as escolas de Moda conseguem fazer parte do calendário da Semana da Moda, por exemplo) ou a falta de cool hunters que localizem novos nomes e os tragam para a ribalta. A Marta e o Paulo são portugueses mas a Marques'Almeida é de todo o lado!


Adenda:
Enviei e-mail à Rita, directora de comunicação da marca para ver mais conteúdos da colecção de Outono e ela respondeu-me com três fotos e um texto a explicar esta estratégia de lançamento da campanha.
"We also decided this campaign would be shared only by email with our social media friends. We wanted it to be an interactive process in which you can participate by telling us your opinion and asking to see more of it or not, by sharing it with your own friends if you think you should or by keeping it to yourself. "



 Fotos por Ronan McKenzie

"Ronan did an amazing shoot for us with many different girls. We think these images show perfectly what we want M'A to be, normal real girls wearing the pieces their own way and having fun with it. They are all so different but all look so strong and comfortable and happy and they give so much personality to our pieces. "

Sem comentários:

Enviar um comentário