15 de setembro de 2015

Um Amor e Uma Casa IKEA

Não, uma cabana não chega. Os millennials precisam de seguir as suas regras de estética em tudo aquilo que fazem, principalmente dentro de quatro paredes. Se antes se valorizavam casas recheadas de mobília robusta, peças caras, das quais se esperava longa duração, hoje o estilo de vida é outro, mais frenético e perecível. A mudança de casa não parece tão assustadora como antes, a procura por um espaço perfeito é um hobbie, alugar abre o leque de opções e fartamo-nos rapidamente dos objectos que nos rodeiam.

 
Banco Sinnerlig IKEA | Mesa Sinnerlig IKEA | Globo | Frasco Sinnerlig IKEA


O IKEA é o paraíso para quem quer montar uma casa e para quem gosta de construir experiências sensoriais. Nada é ali esquecido nem deixado ao acaso, tudo nos conduz à vontade de comprar e posteriormente regressar para comprar mais. A oferta parece ilimitada, ficando a faltar artigos para animais de estimação (visto que em algumas lojas já têm espaço próprio para os clientes deixarem os seus amiguinhos), artigos de limpeza do mobiliário e da casa, artigos de higiene e, quem sabe, de cosmética. Sonho alto porque vejo aqui uma oportunidade de crescimento de negócio que deveria ser aproveitada ao género de department store. O IKEA abrange vários tipos de pessoa, tanto nivelados pelo estilo como pela conta bancária. No final do dia, todos compram algo lá. A miúda normcore vai à secção dos tapetes persas, o hipster barbudo vai à procura de artigos em cortiça, os pais de três vão ver de beliches, os foodies querem loiça à la Kinfolk, o solteirão com jeito para bricolage procura torneiras, a tia-avó septuagenária quer velas e porta-retratos... Há tudo para todos a preços razoáveis mas corremos o risco de ter a casa igual à da vizinha. Mesmo com a moda dos DIY e o amor pelo vintage, esse risco é enorme pois a nossa geração consome informação bastante repetida, criando expectativas semelhantes daquilo que seria a sua casa ideal. 

O grande truque, para mim, é a mistura de influências e personalidades de quem habita um espaço. Um lar é o conjunto de marcas e experiências de cada um, o seu gosto, o que lhe é prático. Nem sempre é fácil balançar estéticas, mas os opostos ficam bem lado a lado. IKEA só não chega, copiar catálogos e imagens de Pinterest não chega. Falta a desarrumação, a peça aleatória fora do moodboard, a mesa herdada da avó, o cesto da roupa suja, a loiça por lavar, falta a alma da casa! Acho peças artesanais e tradicionais indispensáveis numa casa: um Galo de Barcelos, um Santo António, Andorinhas, Loiça do Bordallo, Tábuas de Madeira, Mantas Alentejanas, uma Guitarra Portuguesa ou um Adufe. Misturadas com as linhas nórdicas de uma estante ou aparador não ficaria lindo?! Vamos lá misturar!

Sardinha Bordallo Pinheiro | Serviço de Chá Alma Gémea | Panos de Cozinha Hay
Revista Kinfolk  | Tábuas Depositário ou Gradirripas | Mesa Dalshut IKEA
Carrinho Risatorp IKEA | Temperos Alma da Nossa Gente | Azeite Colheita Madura Gallo  
Loiça Anna Westerlund | Cataplana Silampos | Talheres Goa Cutipol | Suporte para Ovos Anthropologie



Tapete Oriental Vintage | Ardósia | Chá Verde dos Açores Gorreana
Pratos de Madeira Depositário | Aloé Vera | Chávena de Chá Vista Alegre
Mesa 6 | Sofá Friheten IKEA | Candeeiro Ranarp IKEA |



Beliche Mydal IKEA | Candeeiro Batman UO | Donko Toyno Series
Manta Knot | Livro O País das Pessoas de Pernas para o Ar | Armário Stuva IKEA




Chaleira Alumínio | Vela Ananás HM | Moldura HM |
Jarra Duas Rãs Bordallo Pinheiro | Vasos Insectos Voadores Bordallo Pinheiro
Cesta de Junco Toino Abel | Candeeiro Villa Lumi | Móvel Mostorp IKEA



Print Raposa Violeta Cor-de-Rosa Berço Chicco | Cómoda Busunge IKEA
Cadeira de Baloiço | Cesta de Junco Toino Abel | Candeeiro Ananás UO | Alcofa em Junco



Toalhas Carvalho | Tapete Anthropologie | Papel Higiénico Renova | Armário IKEA
Bonsais IKEA | Jarro Bordallo Pinheiro | Estante IKEA 

Sem comentários:

Enviar um comentário