1 de novembro de 2015

Navegando | Outubro



De passagem pelo Porto, num passeio solitário, os meus pés levaram-me à Miguel Bombarda. Lá encontramos a famosa Rota do Chá , onde podemos beber um tradicional chá e acompanhar com uma fatia de bolo de chocolate! Isto num ambiente oriental e acolhedor onde não falta um jardim para aproveitar o bom tempo.

Não uso sabrinas mas é um modelo de calçado com uma raiz na dança, feminino e versátil. A marca nacional Josefinas já é líder neste terreno e encanta it girls além fronteiras. A mim encantaram-me os novos modelos da marca, os ténis Lado B!

MOW é uma marca emergente de vestuário gender-free com uma linha minimal muito forte. Mauro Cordeiro e João Patrício são os criativos por trás do projecto que visa a criação de peças adaptáveis a todos os géneros. As minhas peças favoritas são o sobretudo e o casaco impermeável!

O mundo da Moda parou nas últimas semanas com a saída de Alexander Wang, Raf Simons e Alber Elbaz da Balenciaga, Dior e Lanvin, respectivamente. Depois de vários anos na direcção criativa das marcas, os designers abandonam os cargos por despensa ou para se dedicarem aos seus projectos. Muitos falam da sobrecarga de trabalho que advém da rapidez do consumo contemporâneo e da desleal competição com os gigantes de fast fashion como as razões destes afastamentos.

As preocupações alimentares foram um dos temas quentes do mês de Outubro. As notícias acerca das restrições alimentares que devemos fazer estiveram na ordem do dia, tal como o interesse pelo vegetarianismo tem alastrado. Na minha opinião devemos respeitar as opções de cada um no que diz respeito à alimentação e acreditar que as suas escolhas são ponderadas e a sua saúde devidamente acompanhada. Aquilo que tenho como certo é a importância dos legumes e para mim formam uma grande percentagem daquilo que como. Por vezes é difícil confiar nas opções do supermercado e acabo por em virar para pequenas mercearias onde a fruta pode não ter aquele aspecto polido mas o sabor é em duplicado! Falaram-me da Quinta da Eira e nos seus cabazes, generosos e em conta, de produtos de época, todos biológicos! Pedi um e, num dia triste e interminável, foi a melhor alegria que poderia receber. Fazem entrega ao domicílio e são muito simpáticos e prestáveis!

Este mês foi, mais uma vez, dedicado aos básicos! Precisava de calças de ganga, com o tempo a arrefecer e ainda a não me apetecer collants (a mim aquecem-me mais que jeans)... Os de cintura subida e com lavagem escura são os meus favoritos. Comprei os Zara e fiquei com vontade dos Cheap Monday!

Sem comentários:

Enviar um comentário