20 de novembro de 2015

Ser Criança a 20 de Novembro de 2015


Neil Patrick Harris e David Burtka com os seus gémeos

Às crianças de hoje eu digo: parabéns! 
Num mundo de valores cada vez mais precários, de guerra e medo, hoje tivemos uma boa notícia! Em Portugal a adopção poderá ser feita por qualquer família, de um pai e uma mãe, de dois pais ou de duas mães! 

Dou-vos os parabéns, crianças de hoje, por poderem presenciar um acto de humanidade, de respeito e aceitação. Um acto que demorou muito até ver a luz do dia, guardado nas mentes escuras e tacanhas de quem defendia um preconceito legislativo. Recebam este presente, que a par dos gadgets topo de gama que os vossos papás vos dão para brincar desde o dia 0, é um sinal dos nossos tempos! Que se alterem os valores, que muitos teimam em embandeirar como legítimos, olhando apenas para o seu próprio umbigo e em como certas opções sexuais/emocionais lhes causam repulsa. Não digam que faltará uma referência masculina ou feminina. Existem famílias biológicas e adoptivas mono parentais. Não digam que estas crianças vão mimetizar o comportamento dos pais ou das mães. Não há provas científicas de tal disparate e ninguém que eu conheça, ou que tenha falado publicamente, se tornou homossexual por influência externa. Não digam que estas crianças sofrerão discriminação. Cabe a cada um de vós parar de as discriminar. O único caminho, em todos os problemas sociais contemporâneos, é o caminho da compreensão, da aceitação e do respeito. Se queremos dar um mundo melhor aos nossos filhos e netos temos de ajudá-los a construí-lo. A educação tem, obrigatoriamente, de lhes ensinar a abrir o coração aos outros, a eliminar o preconceito. Afinal ninguém deveria querer ser o monstrinho do dia...

A sociedade vai para além da vossa redoma, não é a vós que afecta a adopção... em nada! É, somente, às crianças, com família e sem família, já grandes e por nascer. Esta vitória pelos direitos humanos é delas e é feita de amor. 

Sem comentários:

Enviar um comentário