31 de dezembro de 2015

Gratidão, na Boca de Todo Mundo

Ao género do ano passado, obrigado ao revisor que não me cobrou a viagem toda por eu não ter o suficiente para pagá-la; à Dina da loja do cidadão por me ter despachado tão depressa e bem; ao senhor do café Dourado pelo mini pastel de nata num dia tão cinzento; à Angela por me fazer ver que tomei a decisão acertada; a todos cujos gestos são pequenos mas fazem a energia boa fluir... Bom 2016! *


Sem comentários:

Enviar um comentário